Mais de 100 kg de maconha são apreendidos na BR 101

0

Droga apreendida na BR 101 (Foto: Allan de  Carvalho)

Uma operação de rotina desenvolvida desde a madrugada desta quinta-feira, 4, na divisa entre os Estados da Bahia e Sergipe, culminou com a apreensão de 100,8 quilos de maconha e a prisão de Thiago José Caetano Mota. Thiago não tem passagem pela polícia e teria sido pago por alguém, ainda não identificado, para ir buscar o entorpecente no interior da Bahia.

Após as diretrizes do Programa Divisa Segura, que ampliou a fiscalização nas divisas de todos os Estados do Nordeste, o Departamento de Narcóticos (Denarc) solicitou apoio do Grupamento de Ações Táticas do Interior (Gati) para realizar abordagens nas divisas do Estado.

De acordo com o delegado Fábio Pereira, por volta das 10h40 desta sexta-feira, os policiais pararam,  no posto da Polícia Rodoviária Federal em Cristinápolis, um veículo GM/Celta, de cor preta, placa NZK-8280 de Ibicoara (BA). Como o motorista ficou bastante nervoso, o veículo foi todo revistado e nele foram encontrados 100 tabletes de maconha prensada. “Este tipo de droga é muito valorizada por ter um alto índice de THC, ou seja, é um tipo de droga mais forte dos que outros tipos de maconha”, explicou o delegado.

Ainda no carro, os policiais encontraram uma passagem de Thiago José de Aracaju para Itabuna (BA) datada de 3 de abril deste ano. “Acreditamos que nesta data Thiago viajou para pegar o veículo com a droga”, enfatizou o delegado. Durante o interrogatório, o preso se recusou a informar quem o havia contratado para fazer o transporte da maconha.

“Ele também não revelou quem receberia o produto aqui em Aracaju, de modo que vamos continuar  investigando o caso. Temos 30 dias para concluir o flagrante e esperamos descobrir o vendedor e comprador desta maconha”, explicou Pereira.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais