Matapuã: promotor oferece denúncia

0

Justiça: promotor acata denúncia sobre atropelamento de Maria Luana
O atropelamento que tirou a vida de uma menina de 12 anos, Maria Luana Santos Lima, no dia 1º de maio desse ano no Matapuã, zona de expansão da capital sergipana foi acatado pelo 4ª promotor de Justiça Criminal, Paulo Lima de Santana.

No processo foram anexados vários documentos que comprovam a responsabilidade do acusado no crime. Em um dos trechos consta que o condutor responsável pelo atropelamento, Fábio de Moraes Teixeira, de 34 anos, conduzia o veiculo sob influência de álcool, imprimindo velocidade excessiva e incompatível com as características da via onde ocorreu o evento. Fato comprovado de acordo com o depoimento de uma das testemunhas.

“(…) o condutor do Ford/Fusion estava embriagado, pois quando ele saiu do carro, ar este andava cambaleante; também percebeu que ele estava embriagado, pois quando ele fez a assertiva para que levasse a vítima para o hospital, o depoente verificou que a fala do condutor do veículo estava embolada (…)”, diz o depoimento que está anexado ao processo.

No processo consta ainda que o acusado costumava dirigir em alta velocidade, já que constavam 32 notificações de trânsito, e carteira de habilitação vencida e não poderia, portanto, dirigir veículos.

O promotor encaminhou o caso para que a Justiça decida pelo acolhimento da denúncia, que ainda não tem prazo definido para sair.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais