Médico do Huse tenta atropelar comandante do Getam

0
Capitão Rivaldo Santos: "Ele deu ré e colocou o carros nas minhas pernas" (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O comandante do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam), Rivaldo Santos foi parar na Delegacia Plantonista na tarde desta sexta-feira, 4 após ter sofrido uma tentativa de atropelamento por um médico do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e do Hospital São Lucas, identificado como José Amilton Santos.  O incidente foi registrado no início da tarde, após o médico ter sido autuado por estar estacionado em local irregular na porta do Banese da Av. Augusto Maynard.

“Eu estava passando quando verifiquei o veículo estacionado em frente ao hidrômetro do Banese na Av. Augusto Maynard. Aguardei o dono que saiu do banco e disse que ia tirar o carro. Mesmo eu estando fardado e identificado, ele não gostou da autuação e começou a falar em voz alta que ia ligar para o governador Jackson Barreto, que era médico do Huse e do São Lucas e que eu queria crescer nas costas dele”, relata o comandante do Getam.

Capitão Rivaldo Santos contou ainda que, inconformado com a situação, o médico disse que quem não saísse da frente iria colocar o carro por cima. “Sem se conformar com a autuação, ele deu ré no carro e jogou o veículo contra as minhas pernas. Dei ordem de prisão e ele entrou no banco falando alto me chamando de capitãozinho e repetindo que ia ligar para o governador. Depois disse que saia em 15 minutos. Após um tempo, o conduzi até a Delegacia Plantonista para prestar Boletim de Ocorrência”, acrescenta o comandante.

O Portal Infonet não conseguiu localizar o médico, mas continua a disposição do mesmo e ou do seu advogado, para quaisquer esclarecimentos pelo telefone 2106-800 ou pelo e-mail: jornalismo@infonet.com.br

Por Aldaci de Souza

Comentários