Memória de Inácio Barbosa é lembrada

0

Monumento recebeu as homenagens
Como parte da programação de aniversário de Aracaju, foram prestadas homenagens ao fundador da cidade, Inácio Joaquim Barbosa. A praça do Mini-Golfe onde está localizado o obelisco em memória de Inácio foi o placo das comemorações. O início da cerimônia se deu com o hasteamento das bandeiras de Aracaju, Sergipe e Brasil.

Após esse ato, feito ao som do hino nacional, foi acendida a pira que representou a memória do fundador da cidade e feito um minuto de silêncio, seguido de uma salva de tiros da Policia Militar. Por último, o prefeito Edvaldo Nogueira e o governador Marcelo Déda depositaram uma cora de flores no monumento.

Edvaldo acenda a pira em memória de Inácio Barbosa
“Este é um momento importante da história da nossa cidade e a cada ano valorizamos mais esse ato”, declarou o prefeito Edvaldo Nogueira. Ele fez questão de ressaltar que o obelisco passou por um trabalho de recuperação e destacou que é preciso recuperar a historia da cidade através dos símbolos e da arquitetura aqui presentes.

Em seu discurso, Edvaldo fez uma retrospectiva histórica da mudança da capital de São Cristóvão para Aracaju, que ocorreu há 155 anos, e destacou a inteligência e a capacidade de Inácio Barbosa de ter tido uma visão de futuro naquela época. “Se o que conseguimos já foi bom ainda teremos muito a conquistar, tomando sempre como exemplo a figura de Inácio Barbosa”, ressaltou.

Programação

A programação de Aniversário de Aracaju segue durante todo o dia. Às 14h30 haverá a 7ª edição do passeio ecológico ‘Aracaju de Tó tó tó” com o tema ‘Salve, salve o rio Sergipe”. A partir das 16h acontece a 27ª Corrida Cidade de Aracaju e às 14h será dada a largada da 6ª Corrida Especial.

À noite, encerrando a programação, uma grande festa com atrações locais e de renome nacional vai reunir milhares de pessoas. A partir das 21 horas, num palco montado na praça de eventos dos marcados centrais, irão se apresentar a dupla Chiko Queiroga e Antônio Rogério, a banda Calcinha Preta e o sambista Zeca Pagodinho.

 

Comentários