“Memórias Empoeiradas da Gazeta de Sergipe”

0

Hoje, às 20 horas, no auditório do Espaço Cultural Yázigi, vai ser exibido o vídeo-documentário “Memórias Empoeiradas da Gazeta de Sergipe”, preparado por Flávia Martins e Joana Côrtes. Ambas são alunas de jornalismo da Universidade Federal de Sergipe – UFS – e o vídeo é o trabalho de conclusão do curso. A importância reside no fato de que as estudantes pretendem começar o resgate da história da Gazeta de Sergipe, o jornal mais antigo do Estado em circulação. Fundado em 1956, como jornal semanário, a Gazeta evoluiu para diário menos de dois anos depois. Em 1978 reformou o seu parque gráfico, adaptando o sistema off-set. Embora hoje viva uma crise profunda, o jornal circula diariamente com 16 páginas, dividido em três cadernos. O vídeo traz depoimentos de jornalistas antigos que passaram pela redação do veículo, como João Oliva Alves, Ivan Valença e Luiz Antônio Barreto.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais