Meteorologistas se reúnem em para previsão de tempo

0
Meteorologistas se reúnem em Sergipe para elaborar previsão do tempo para o próximo trimestre (Foto: Ascom Semarh)

Apoiados pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), meteorologistas de Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e dos Centros de Meteorologia do Nordeste (NE) estão reunidos em Sergipe para elaboração das previsões probabilísticas de precipitação e a tendência da temperatura para o período de junho a agosto deste ano. O encontro foi aberto na manhã desta quinta-feira, 23, no auditório da Codise.

Durante abertura da III Reunião de Análise e Previsão Climática, o secretário da Semarh, Genival Nunes, disse que o Governo de Sergipe, por meio de um Termo de Cooperação Técnica (TEC) com a Universidade Federal de Alagoas (UFAL), especialmente ocorrido com o apoio do prof. Ricardo Sarmento Tenório, pesquisador da universidade de Alagoas, irá obter um Radar Meteorológico capaz de pontuar com precisão quando e quanto de chuva cairá Sergipe. “Esse equipamento será um marco histórico para o Meio Ambiente do Estado de Sergipe”, frisou.

Genival destacou ainda que “a previsão do tempo é o resultado visível de uma análise científica, elaborada a partir de modelos matemáticos obtidos em pesquisas. A união de cientistas de áreas diversas, aliado a instrumentos e ferramentas eficientes, formam a base estruturante de qualquer governo. E nesse exato momento para a eficiente gestão na área de meteorologia, engrandecendo o Sistema de Meio Ambiente   de Sergipe”, comemorou Genival.

“A ciência a Tecnologia são importante instrumentos para diversos segmentos. E o desenvolvimento de equipamentos de meteorologia utilizado para nortear os sistemas agrários, de prevenção e de diversos planejamentos estratégicos são, de fato,  importantes investimentos do governo”, analisou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Salmínio Nascimento.

Radar

O professor do Departamento e Meteorologia da Ufal, Ricardo Sarmento Tenório, destacou a importância do radar meteorológico que é utilizado pelo Estado de Alagoas. ”Muitas operações do porto de Maceió, por exemplo, são subsidiadas por meio do radar”.

Explicando a função do equipamento, salienta que o radar é um dispositivo para detecção e localização do alvo por meio de ondas de rádio. “A energia eletromagnética refletida pela chuva é analisada pela parte receptora do radar, de tal modo que as características da chuva podem ser determinadas”, finaliza Sarmento.

Fóruns

Após ouvirem o meteorologista da Semarh, Overland Amaral, que falou sobre rede de monitoramento hidrometeorológico da Semarh, bem como os produtos gerados pelo Centro de Meteorologia da Semarh, o grupo de cientistas discutiram a análise dos aspectos sinóticos representativos da escala regional referentes ao mês de abril e maio deste ano.

Em seguida, iniciou uma discussão técnica com demais meteorologistas do país por meio de áudio-conferência para análise e discussão dos parâmetros globais e modelos de previsão climática para o próximo trimestre.  As apresentações foram mediadas pelo superintendente de Recursos Hídricos da Semarh, Ailton Rocha.

Segundo a meteorologista do INPE, Ester Regina Kazuko Ito, o encontro em Sergipe entre meteorologistas vindos de diversos estados como Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e São Paulo, “juntamente com contribuição on-line de demais meteorologistas de institutos e centros do Brasil por meio de Áudio-Conferência, possibilitará o fechamento de resultados da previsão climática para os meses de junho, julho e agosto, indicando assim como ficará a média para o setor Leste do Nordeste do Brasil”, explicou a meteorologista do Inmet.

Fonte: Semarh

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais