Ministério da Integração divulga RIMA

0

O Ministério da Integração divulgou um relatório a respeito do impacto ambiental causado com a possível transposição das águas do Rio São Francisco. O rio, um dos mais importantes do país, divide os Estados de Sergipe e Alagoas e com o passar dos anos, teve o seu nível diminuído consideravelmente.

 

Segundo alguns moradores da região de Neópolis, localizada na parte Norte do Estado, o São Francisco já fui muito importante para a economia da região. As cheias, que eram constantes, já não acontecem com a mesma freqüência.

 

O objetivo do Relatório de Impacto Ambiental – RIMA – do Projeto de Integração do Rio São Francisco apresenta os objetivos sociais, econômicos e ambientais da obra. De acordo com o Ministério, a construção pretende assegurar o fornecimento de água ao semi-árido nordestino, e fala que sem o projeto, a população será obrigada a migrar. “Estudos científicos revelam que, em curto prazo, o Nordeste mais seco enfrentará um estresse hídrico que se agravará ao longo deste século”, explica o RIMA.

 

Apesar de todas as justificativas, a maioria da população sergipana ainda é contra a transposição, incluindo a classe política local. Um dos deputados que mais se manifesta contra a causa é João Fontes, do PSol.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais