Ministro visita São Cristóvão e inaugura obras

0

Lira Sancristovense se apresenta para o minstro
Rodeada de belas praças, igrejas e casarios, São Cristóvão, a quarta cidade mais antiga do país, recebeu uma visita ilustre na manhã de hoje, 16: o ministro da Cultura Gilberto Gil. Em sua primeira visita à cidade o ministro conheceu, entre outros patrimônios, o Museu de Arte Sacra e em seguida participou da solenidade de inauguração da Praça da Bandeira e do Sobrado da antiga Ouvidoria.

As duas obras fazem parte da grande intervenção que está sendo feita naquela cidade, pelo Ministério da Cultura através do Programa Monumenta. Quem visita São Cristóvão se espanta com os tapumes em volta das praças e prédios históricos que estão passando por um processo de restauro, que segundo o ministro “estão além da pedra e do cal”.

Praça da Bandeira reformada
Na solenidade de inauguração, Gilberto Gil destacou a importância do envolvimento da comunidade local com o patrimônio. “É preciso que todos se interessem pelo patrimônio, para que ele se torne presente não só fisicamente, mas também no interior de cada pessoa”. Ele ainda defendeu a criação de programas permanentes que visem à preservação do patrimônio, tanto material quanto imaterial.

Estiveram presentes no evento, diversas autoridades, entre elas o presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e coordenador do Monumenta, Luiz Fernando de Almeida; o secretário estadual de Infra-Estrutura, Luis Durval Machado Tavares; o secretário de Cultura do Estado, José

Fachada da Capela dos Capuchinhos também passará por reforma
Carlos Teixeira; a superintendente do Iphan em Sergipe, Eliane Fonseca, e o prefeito do município, José Correia Santos Neto, o Zezinho da Everest.

Na ocasião, o presidente do Iphan e coordenador do Programa Monumenta falou das obras do programa na cidade e da possibilidade da Praça São Francisco se tornar Patrimônio Histórico da Humanidade. “ Nós vamos defender a candidatura da Praça a este importante título para a cidade’, declarou Luiz Fernando, que esteve pela primeira vez em São Cristóvão no ano de 2003 por conta de uma oficina de capacitação realizada pelo Iphan.

Além das autoridades, a população sancristovense se fez presente na inauguração da pequena e aconchegante Praça da Bandeira, que segundo o jovem Erundino Neto, antes dos reparos era uma verdadeira “sucata”. Para ele, “a reforma dá um bem estar maior para as pessoas que moram aqui, sem querer exaltar o governo, porque o que eles fizeram é mais que o dever deles”.

Praças e prédios sofrem intervenções do Monumenta 
Monumenta

Um dos principais objetivos da atuação do Programa Monumenta é transformar as cidades com importantes patrimônios histórico, artístico ou arquitetônico em pólos culturais, incentivando a economia por meio do incremento do turismo cultural e geração de empregos programa.

Mas, na opinião de Erundino, em se tratando do turismo, São Cristóvão sempre atraiu visitantes. “Essas obras que estão sendo feitas aqui na cidade podem ajudar a despertar o sentimento local de preservação das pessoas”, ressalta. Neste sentido, será instalado no prédio do Sobrado da antiga Ouvidoria, a sede do Iphan no município, com o objetivo de aproximar a população do patrimônio material e imaterial presente na cidade.

Matérias relacionadas:

Laranjeiras e São Cristóvão recebem visita do ministro Gilberto Gil

São Cristovão pode se transformar em Patrimônio da Humanidade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais