Monitoramento de aves nas lixeiras de Aracaju é posto em prática

0

Desde a última segunda-feira, dia 26, o Ibama em Sergipe iniciou o projeto “Monitoramento das Aves na Lixeira de Aracaju”, que tem como objetivo principal capturar e retirar os urubus da Lixeira da Terra Dura. Para a captura, foi montada uma armadilha em que as aves ficam presas. Em seguida, os urubus serão identificados com anilhas metálicas e marcadores alares – do tipo brinco de gado – para que, posteriormente, haja um acompanhamento da movimentação dos animais. Após a colocação das anilhas, as aves serão conduzidas para uma outra área, distante 100 km do local, onde as mesmas serão soltas, impossibilitando o retorno à lixeira. O projeto de monitoramento das aves é coordenado por duas biólogas do Centro de Pesquisa para Conservação das Aves Silvestres – Cemave -, órgão do Ibama sediado em João Pessoa. A captura de aves e o desenvolvimento do projeto estão sendo acompanhados por técnicos da Empresa Municipal de Serviços Urbanos – Emsurb – e biólogos do Ibama.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais