Moradores da Av. Adélia Franco denunciam falta de sinalização em obra

0
Segundo relato de internautas, um dos trechos da obra que está na Av. Adélia Franco apresenta há muito tempo uma sinalização precária e insuficiente para orientar os condutores de veículo (Foto: enviada por internauta)

Já faz alguns meses que a obra de infraestrutura do corredor Hermes Fontes segue tirando o sono de alguns moradores da região. Segundo relato de internautas que procuraram o Portal Infonet, um dos trechos da obra que está na Av. Adélia Franco apresenta há muito tempo uma sinalização precária e insuficiente para orientar os condutores de veículo.

“Eu já cansei de presenciar acidentes no local. Não tem sinalização adequada”, relata um internauta morador da região que não quis de identificar. Segundo ele, não há uma organização no entorno da obra, o que dificulta a orientação dos motoristas. “O trânsito fica completamente desorganizado”, salienta.

O morador diz ainda que há pouco tempo um idoso faleceu pela falta de sinalização do local. “Ele vinha de moto quando infelizmente não viu os buracos da obra. Acabou caindo neles e morreu na hora”, relembra. O internauta diz ainda que ouve do apartamento o barulho dos carros e motocicletas assim que eles freiam de maneira abrupta. “O barulho que eles fazem é muito grande. Dá até medo”, diz.

Outro morador também afirma que a falta de finalização do local já vem se arrastando há muito tempo. “Não tem uma grande finalização. Aquilo que tem eu não vejo como algo necessário para orientar quem passa dirigindo pelo local”, afirma. O internauta também diz que após o acidente que vitimou o idoso foram colocados alguns cones de proteção. “Essa praticamente foi a única metida que tomaram. Mas eu vejo como insuficiente”, afirma.

Emurb

Em nota, a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) informou que desde o início da obra uma das prioridades foi manter a sinalização bem visível para orientar tanto os condutores de veículos, quanto os pedestres que passam pelo local. Além disso, diariamente a Prefeitura divulga nas redes sociais e no site os trechos onde estão acontecendo as intervenções. “A fiscalização da obra vai verificar o local questionado pelo internauta”, destacou a empresa.

por João Paulo Schneider

Comentários