Moradores do Rosa Maria denunciam acúmulo de entulho

0
Entulho obstrui canal de drenagem (Fotos: Portal Infonet)

A população do loteamento Rosa Maria, em São Cristóvão, está em alerta com a aproximação do período das chuvas. Segundo moradores, o acúmulo de entulho proveniente das construções em andamento no local tem causado o entupimento dos canais de drenagem. Com o desmatamento e aterramento da área, os moradores temem que a água da chuva invada as casas e provoque prejuízos.

O líder comunitário do Rosa Maria, conhecido como “Shalom”, explica que a situação vem se prolongando há mais de um ano. “Quando chove aqui, o nível da água aumenta e alaga tudo. A gente perde eletrodomésticos, roupas, mantimentos e tudo o mais que estiver dentro de casa. A rua fica impossível de transitar, a gente mal consegue sair ou entrar em nossa prórpria casa”, descreve.

De acordo com Shalom, a região é de responsabilidade da Deso, e equipes da Prefeitura e da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) já estiveram no local. “Depois que eles vieram aqui, a Procuradoria do município de São Cristóvão foi acionada, e se comprometeu a mover uma ação para punir os infratores. Só que até agora a gente não viu resultado. A gente chama a atenção dos gestores de meio ambiente para que ao menos as galerias sejam limpas e para que a água possa escoar”, apela.

A moradora Maria Luciana dos Santos afirma que as noites de chuva tiram o sono de sua família. "Para a maioria das pessoas é bom dormir ouvindo o barulho da chuva. Mas com a gente é diferente, por que ninguém consegue dormir com medo de enchente. Na última chuva que teve aqui eu fui parar no hospital com meu filho, por que ele pegou pneumonia. Meu vizinho teve leptospirose. O problema é grande, mas o principal é que o canal seja limpo para que a água não entre nas nossas casas. Só que ninguém resolve", desabafa.

Prefeitura

Moradores tentam tirar lixo do canal

A Secretária de Infraestrutura de São Cristóvão, Maria Olívia, explica que as equipes da prefeitura já foram mobilizadas. “Uma das empresas construtoras que atua no Rosa Maria já foi notificada, e outra não só foi notificada como a construção foi embargada. Estamos embargando todas as construções que surgem ali. Já fizemos também um relatório para ser encaminhado à Adema, para que as medidas judiciais sejam tomadas”, relata.

Ainda segundo Maria Olívia, o projeto para desobstrução dos canais de drenagem já foi feito, e não há data determinada para o começo das atividades.

Adema

Indicado pela assessoria de comunicação da Adema, o Portal Infonet tentou entrar em contato com a diretora técnica da entidade, Marly Menezes. Após diversas tentativas, não obtivemos sucesso.

Deso

Maria Luciana e filhos: "medo da chuva não me deixa dormir"

O Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação da Deso, que comprometeu-se a enviar nota via-email. Até a conclusão desta matéria, no entanto, a resposta não foi recebida. Continuamos à disposição através dos contatos jornalismo@infonet.com.br e (79) 2106 8000.

Por Nayara Arêdes e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais