Moradores protestam contra mudança em via da Av. Nestor Sampaio

0
Na visão do manifestante, as obras já estão causando um impacto negativo na região (Foto: Ailton Figueroa)

Um grupo de moradores e comerciantes protestaram na manhã desta sexta-feira, 16, contra mudanças que estão sendo implementadas na Av. Nestor Sampaio. Segundo Ailton Figueiroa, que representa o grupo de manifestantes, transformar a via em mão única irá prejudicar as atividades comerciais, além da rotina dos habitantes da localidade.

“Essa mudança só está trazendo dor de cabeça para a gente. Como vai ficar o ponto de ônibus no local? Os moradores não tiveram acesso a nada desse projeto”, diz Ailton Figueiroa. Ainda de acordo com ele, o trânsito no local vai ficar todo desorganizado. “Uma moradora que precisar levar o filho para a escola terá que fazer um arrodeio de um quarteirão. Só transtorno”, lamenta.

Na visão do manifestante, as obras já estão causando um impacto negativo na região. “Infelizmente essa alteração na via está prejudicando muitos comerciantes locais. Onde os carros vão parar? Isso afasta os clientes”, diz Figueiroa.  “Nós só queríamos uma coisa: diálogo. Mais nada”, destaca.

SMTT

Em nota, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Aracaju informou que o estudo técnico e o projeto de mudança de circulação da avenida Nestor Sampaio e vias próximas foi aprovado por unanimidade pelo Conselho Municipal do Desenvolvimento Urbano (Condurb) em 2016.

“A SMTT reforça que o objetivo da mudança de circulação é melhorar, coletivamente, o tráfego de veículos e aumentar a segurança viária em uma das regiões mais movimentadas da cidade. A SMTT, por diversas vezes, se reuniu com comerciantes e moradores da localidade, inclusive, algumas delas com mediação do Ministério Público do Estado (MPE)”, salienta o órgão de trânsito.

por João Paulo Schneider 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais