Motorista de ônibus é assassinado em Riachão

0

Crime aconteceu no povoado Vivaldo/Foto:Arquivo Portal Infonet
Um latrocínio chocou a populção da cidade de Riachão dos Dantas na noite dessa quinta-feira, 6. O crime aconteceu no povoado Vivaldo no momento em que um ônibus transportava moradores que retornavam de uma manifestação.

De acordo com o delegado Edeilson Lins de Sousa Júnior, três homens armados e encapuzados assaltaram os passageiros do veículo e assassinaram o motorista Paulo Batista da Gama. “Até o momento a informação que temos é que ao passar por uma estradinha, o motorista do ônibus foi obrigado a parar porque havia uma bicicleta atravessada na frente”, relatou.

O delegado explicou que no momento que um dos passageiros desceu para retirar a bicicleta, dois homens saíram de dentro do mato e renderam o homem. “Parece que nesse momento o motorista teria tentado engatar a ré e um dos assaltantes disparou apenas um tiro, que acabou acertando em cheio o motorista”, explicou.

Edeilson ainda comentou que ao ouvir as testemunhas, foi informado de que um dos assaltantes teria dito que haviam entrado no ônibus errado. “Parece que a intenção era assaltar o ônibus de estudantes, mas esse passou primeiro e acabou acontecendo o latrocínio”, informou.

Segundo Edeilson, a bicicleta atravessada na estrada pertencia a um rapaz que acabou sendo rendido pelos assaltantes. “Um homem passou momentos antes e acabou sendo espancado pelos assaltantes que tomaram a bicicleta para usar no assalto”, explicou.

O delegado ainda informou que no momento do crime, um dos homens ficou no matagal fazendo o dono da bicicleta de refém, enquanto os outros dois agiam. “Eles dispararam o tiro contra o motorista e roubaram diversos pertences dos passageiros”, comentou.

Os homens fugiram e o ônibus de estudantes que seguia atrás não foi assaltado. “Tudo leva a crer que esse ônibus não era o alvo dos assaltantes e que também não foi nada premeditado”, relatou.

O delegado descartou a hipótese de ter sido crime político. “Não existe nenhum indício de envolvimento político. Esse ônibus retornava de uma manifestação com o ex-prefeito da cidade, os passageiros participaram dessa manifestação, mas não existe ligação nenhuma, foi latrocínio”, afirmou Edilson.

Por Alcione Martins e Carla Sousa

Comentários