Motorista envolvido em acidente será ouvido por delegada

0

O motorista Neanes Santos Sales, 48 anos, que dirigia o microônibus no acidente que tirou a vida do advogado Paulo Pacheco, sua mulher e o filho de oito anos no último domingo, 1º, teve alta do Hospital de Urgência de Sergipe nesta quarta-feira, 4. A expectativa agora é que ele preste depoimento a delegada responsável pelo caso, Rosana Freitas do município de Rosário do Catete.

Em contato com a delegada, ela informou à reportagem do Portal Infonet que nesta quinta-feira, 5, será ouvida a única testemunha do acidente que assinou o boletim de ocorrências. “Nós ainda não marcamos o depoimento do motorista até porque como ele é suspeito. Eu preciso ter mais detalhes, elementos para fazer um interrogatório consistente. Amanhã iremos ouvir o policial rodoviário e se amanhã forem identificadas novas testemunhas, vamos interrogá-las antes do motorista”, informou a delegada Rosana que revelou que a família informou nesta terça-feira, 4, que quando Neanes tivesse alta, ele se apresentaria à delegacia por vontade espontânea.

Acidente

O acidente aconteceu na tarde do último domingo, 1º, no Km 62,1 da BR-101, no município de Rosário do Catete. quando o micro-ônibus Agrale/MA, placa HZV-0528 de Sergipe, trafegava pela rodovia quando se desgovernou passando para a contramão da direção e colidindo frontalmente com o veículo do advogado de marca e modelo Ford/Ecosport, placa MVD-6933 de Alagoas, que seguia no sentido contrário, em direção a Aracaju.

O advogado Paulo de Tarso Pacheco de Oliveira, além de sua esposa Kalielandya Maciel de Brito, de 40 anos, e o filho do casal, de 8 anos, de idade morreram no local.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais