Mototaxistas fazem manifestações na Câmara e no MPE

0

Mobilização na Câmara de Vereadores

A manhã desta quarta-feira, 15, foi marcada por manifestações de mototaxistas no centro da cidade. A categoria, organizada por dois sindicatos, um de Aracaju e um do Estado, fez mobilizações na porta da Câmara de Vereadores e do Ministério Público Estadual. O objetivo foi além de continuar comemorando a regulamentação da profissão, cobrar dos governantes sergipanos o cumprimento da lei aprovada semana passada no Senado, mas que ainda depende da sanção do presidente Lula e da autorização das prefeituras.

Segundo o presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Aracaju, Jailton Pereira, a categoria esteve na porta da Câmara para dar início à luta pela aprovação de um projeto para que

Jailton Pereira: “cobrando providências”
possam trabalhar legalmente nas ruas da cidade.

“Mesmo sabendo que os vereadores estão em recesso, viemos mostrar que somos pais de família unidos e que agora dependemos da aprovação da Câmara e do prefeito. Já começamos a cobrar providências ao poder público para que possamos trabalhar dentro da legalidade”, enfatiza Pereira acrescentando que o sindicato está dando início ao recadastramento da categoria.

Alvarás

Já no Ministério Público Estadual, uma audiência com o

promotor Félix Carballal, representantes do Sindicato dos Mototaxistas do Estado, do
Categoria faz V de Vitória no MPE
Departamento Estadual de Trânsito (Detran), da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e do Sindicato das Auto-escolas, discutiu a emissão de alvarás. 

Na ocasião, o promotor decidiu marcar uma nova audiência para assim que a lei aprovada no Senado, seja sancionada pelo presidente da República. De acordo com o presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Sergipe, Guimarães Monteiro. São cerca de oito mil trabalhadores no Estado aguardando a regulamentação da profissão.

“Estamos aqui solicitando do Ministério Público Estadual, um

Guimarães nos braços dos mototaxistas/Fotos: Aldaci de Souza (Infonet)
auxílio na liberação e quantidade de alvarás pela SMTT. Pela lei, é um mototaxista para cada um mil habitantes. Com isso, deveremos ter cerca de 550 alvarás a mais”, acredita Guimarães, que foi aplaudido e levado aos braços pela categoria que o aguardava na porta do MPE.

Por Aldaci de Souza 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais