Movimento intenso

0

O movimento nas estradas federais ontem à tarde já era intenso, de pessoas que voltavam do interior ou das praias da moda. Agora, raiva mesmo sofreu quem voltava da Atalaia Nova. O serviço de balsas começou a ter um público extraordinário, já na tarde de sábado. As filas eram enormes em uma e em outra margem do Rio Sergipe. Era gente querendo voltar e gente querendo ir para o outro lado da Barra dos Coqueiros. Filas enormes, que já se mediam em quilômetros – um, dois, dependia do momento em que se observava tal fila. O momento mais desagradável ocorreu na sexta-feira, quando a balsa teve que parar o atendimento à freguesia comum para atender a um homem que passava mal. Mal chegou a Aracaju faleceu, traído pelo coração frágil. Isso demonstra a fragilidade da Atalaia Nova: não há, por ali, um só posto médico para atendimento de primeiros socorros. Por Ivan Valença

Comentários