Movimentos fazem mais um ato contra aumento da tarifa

0

Ato aconteceu na Parque Téofilo Dantas (Fotos: Portal Infonet)

Integrantes de vários movimentos sociais que formam a Frente em Defesa da Mobilidade e do Transporte Público, se uniram no final da tarde desta quarta-feira, 17 no Parque Olímpio Campos e na frente da Câmara Municipal de Aracaju, em mais um ato contra o aumento da passagem de ônibus, de R$ 2, 25 para R$ 2,45 aprovado pela maioria dos vereadores.

De acordo com o representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Plínio Pugliesi, “o ato desta tarde tem por finalidade cobrar do prefeito João Alves Filho que não sancione o projeto aprovado pelos vereadores aumentando a tarifa para R$ 2,45”.

O representante do Movimento Não Pago, Demétrio Varjão, acrescentou que “a Frente vai realizar vários atos para exigir que o aumento não seja sancionado e mostrar à sociedade que os vereadores de Aracaju agem conforme os interesses dos empresários”.

Plínio Pugliesi, representante da CUT

Demétrio Varjão, do Movimento Não Pago e…

… Kelvyn Alves, do Levante Popular da Juventude

Já Kelvin Alves, do Levante Popular da Juventude afirmou ser preciso “colocar na sociedade que o reajuste da passagem de ônibus é incompatível com os gastos existentes. Vamos continuar lutando pelo congelamento da tarifa ou pela redução”.

Famílias que foram despejadas do conjunto 17 de Março, no bairro Santa Maria  também participaram do ato. O Batalhão de Choque foi acionado mais uma vez para conter os ânimos dos manifestantes na porta Câmara Municipal de Aracaju.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais