MPE entrará com Ação contra PMA e SMTT

0
Promotora Euza Missano (Fotos: Arquivo Portal Infonet)

O tempo de espera [cerca de 40 minutos] pelos ônibus das linhas Aquarius/DIA e Aquarius/SUL está deixando moradores da Atalaia e Zona de Expansão apavorados. O problema foi discutido em audiência na manhã desta segunda-feira, 16, na Promotoria dos Direitos do Consumidor do Ministério Público Estadual, que entrará com Ação Civil Pública contra a Prefeitura de Aracaju e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).

De acordo com reclamações dos moradores dos residenciais: Costa Nova, Horto do Carvalho, Águas Belas, Brisa Mar, Franco Freire, Santa Maria, Vila Verde, Laguna, Mirassol, Costa Verde e Loteamento Aquárius, são apenas nove ônibus para servir aos usuários desses complexos habitacionais.

“As duas linhas saem do Terminal de Integração do DIA  e da Atalaia, percorrendo um extenso percurso, incluindo todo o Santa Tereza e o 17 de Março e aumentando o tempo de espera pelos ônibus”, ressalta a presidente da Associação de Moradores do Residencial Costa Nova, Ledna Oliveira, lembrando que a situação se agrava no período da noite, quando os usuários aguardam por até uma hora, os coletivos.

Usuários se aglomeram quando os ônibus chegam após cerca de 40 minutos de atraso

Com a demora, a aglomeração de passageiros cresce à cada dia nos terminais e a situação se complica no momento em que os ônibus chegam, sendo que os mais prejudicados são os idosos, as crianças e as pessoas com deficiência, que já não conseguem ter acesso aos lugares reservados.

Na audiência, representantes da SMTT informaram que as desculpas das empresas que operam nas linhas, são variadas, a exemplo da quebra dos ônibus, o que gera autuações por parte da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito. E ainda que, “a SMTT tentou viabilizar estudo para melhorar um pouco ou minimizar o problema existente, mas a solução encontrada não foi aceita pelos moradores”.

Segundo a promotora Euza Missano, “diante da gravidade da situação o Ministério Público irá entrar com uma Ação contra a Prefeitura de Aracaju e a SMTT em face dos residenciais da área da Zona de Expansão, visando garantir não somente o aumento de veículos nessas linhas de ônibus, diminuindo o tempo de espera, como também a qualidade dos veículos e a instalação de abrigos”.

Por Aldaci de Souza

Comentários