MPF move ação pedindo afastamento do diretor da Agrotécnica

0

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com ação de improbidade administrativa com pedido de liminar de afastamento imediato contra o diretor técnico da Escola Agrotécnica de São Cristóvão, José Aelmo Gomes. A ação foi movida depois que treze estudantes foram expulsos do colégio na noite do domingo, 16, e deixados pelo ônibus da escola na capital. 

Além do afastamento imediato do diretor-geral, o MPFpede a elaboração de lista tríplice pelo Conselho Diretor da Escola para envio ao ministro da Educação para nomeação do substituto.

De acordo com a procuradora chefe da MPF, que ouviu o depoimento dos estudantes, o diretor não agiu de acordo com suas funções já que os estudantes não residem em Aracaju e estavam sob sua guarda no alojamento da escola. José Aelmo alegou que tomou essa medida para não criar um clima de baderna maior na instituição depois que alguns alunos tocaram fogo em colchões. Com isso ele resolveu punir aqueles que estavam mais próximos ao local do incidente.

Caso seja condenado, o diretor perderá os direitos políticos e a função pública que exerce e deverá pagar multa. Além disso, será investigado pelos crimes de abuso de autoridade e abandono de menor que está sob guarda.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais