MPF/SE: dois são denunciados por cocaína encontrada boiando em rio

0

O carioca Aloísio Gomes dos Santos e o paulista José Rosano do Amaral, ambos presos em Sergipe, foram denunciados por tráfico internacional de drogas. O Ministério Público Federal (MPF) acusa-os de serem os responsáveis pela cocaína encontrada boiando no rio Vaza Barris, em Aracaju, em fevereiro deste ano.

De acordo com o procurador da República Paulo Gustavo Guedes Fontes, que assina a denúncia, as investigações apontaram que, no dia 4 de fevereiro, Aloísio e José Rosano, auxiliados por outros dois homens ainda não identificados, tentavam levar 150 kg de cocaína em uma embarcação provavelmente para a cidade de Salvador, na Bahia. Problemas nos motores do barco, porém, interromperam a viagem.

Os ocupantes da embarcação foram resgatados por pescadores e o barco com a droga foi deixado à deriva no mar. Na manhã do dia seguinte, bolsas contendo tabletes de cocaína foram encontradas boiando no mar e às margens do rio Vaza Barris. Os dois denunciados foram presos ainda no dia 5 de fevereiro, quando tentavam fugir do hotel onde estavam hospedados, em Aracaju.

Desde então, os dois se encontram presos em Sergipe. As investigações apontam também que a droga foi trazida da Bolívia, e os dois traficantes ainda tentaram resgatá-la no dia após o quase naufrágio, mas desistiram ao saberem que a cocaína havia sido descoberta.

Processo
A denúncia é a peça jurídica que dá início a ação criminal. Aloísio e José Rosano passam agora a responder criminalmente por tráfico internacional de drogas na Justiça Federal. Caso sejam condenados, eles poderão receber pena de até 20 de reclusão.

Fonte: MPF/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais