Mudaram as regras para placas e lacres

0

O processo de emplacamentos de veículos foi modificado desde o dia 1º de fevereiro deste ano pelo Detran/SE. Agora, quem desejar fazer o primeiro emplacamento; transferência de jurisdição; ou reposição de placa ou lacre, que foi perdido ou danificado, deverá solicitar a confecção destes componentes num fabricante credenciado pelo órgão. Os fabricantes de placas e tarjetas de Sergipe devem começar a usar um novo sistema desenvolvido pelo Detran, cujo objetivo é controlar a fabricação e a distribuição destes materiais.

 

Os clientes têm que procurar qualquer unidade do órgão, onde pagarão uma taxa referente ao serviço para receberem uma autorização fornecida pelo órgão. Na guia, constarão o nome do fabricante que o cliente deverá procurar, com endereço, telefone e o valor da placa, tarjeta ou lacre, que agora será tabelado.

 

Depois de instalados os componentes, o cliente volta ao Detran para receber o CRLV, que terá a mesma numeração do lacre fornecido pelo fabricante. O Departamento de Trânsito vai efetuar a comunicação entre os fabricantes através da internet. Segundo a Assessoria de Imprensa do órgão, “todo o serviço será feito através de um programa, criado pelo Detran, que interligará as empresas ao sistema do órgão. Dessa forma, além de controlar a fabricação das placas e tarjetas, a distribuição dos lacres também terá um acompanhamento mais efetivo”.

 

Todos esses cuidados foram tomados para evitar a compra ilegal de lacres, já que agora, os órgãos de fiscalização de trânsito, nas esferas municipal, estadual e federal, exigirão lacres e documentos com a mesma numeração. Aqueles que não se enquadrarem na situação poderão ter os veículos apreendidos. Em relação às empresas, “quem for flagrado cometendo irregularidades será descredenciado e o órgão indicará uma comissão para apurar o caso”, informou a Assessoria.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais