Mulher é presa por tentar levar drogas a presídio

0
Williane Matias de Assis, 32, transportava 200g de maconha (Foto: Ascom/SSP)

A empregada doméstica Williane Matias de Assis, 32 anos, foi detida pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira, quando transportava 200 gramas de maconha escondidos em seu órgão genital. O flagrante se deu no conjunto Augusto Franco, em Aracaju.

A droga seria levada para o marido de Williane, o Givaldo Pereira dos Santos, 32. Ele cumpre pena por tráfico de entorpecentes, no Presídio Manoel Barbosa de Souza (Premabas), em Tobias Barreto, distante 127 quilômetros da capital.

Segundo o delegado Marcos Garcia, da 4ª Delegacia Metropolitana (4ª DM), Williane já foi condenada em três processos por tráfico de drogas, assim como seu esposo. "Ela admitiu que pretendia passar os pacotes durante a visita íntima, na tarde desta sexta".

Apreensão

Inicialmente, Williane foi abordada por agentes do Grupo de Combate a Roubos e Furtos (Gecrof). "Ela estava próximo a m ponto de ônibus e tentou se esconder dos investigadores, que desconfiaram e a conduziram à 4ª DM", explica Garcia.

Na delegacia, a suspeita demonstrou extremo nervosismo e uma policial civil foi autorizada por ela a fazer uma revista íntima, dentro dos procedimentos legais, momento em que foi encontrada a droga. A acusada de tráfico segue detida em uma unidade da capital.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais