Mulheres são presas acusadas de praticar estelionato

0
Silvia Nazaré Cardoso (à esq) e Marlene Paiva (Fotos: Portal Infonet)

Foram presas pela polícia sergipana, a paranaense Silvia Nazaré Cardoso da Silva, 44 anos e a baiana Marlene Paiva dos Santos, 54 anos, ambas acusadas de estelionato cometido em agências bancárias e no comércio de Aracaju.

As acusadas estavam agindo na capital sergipana há cerca de quatro meses. A polícia chegou até as acusadas por meio de uma denúncia de que as mulheres estavam repassando cheques sem fundos com documentos falsos.

De acordo com a delegada da 4ª Delegacia Metropolitana, Mayra Moinhos, no momento do interrogatório, as acusadas apresentaram documentos falsos. “Recebemos a notícia de que um senhor, proprietário de um imóvel, teria alugado sua residência a duas senhoras que passaram como pagamento desse aluguel um cheque de R$ 6.800 sem previsão de fundos. Quando ele foi até a agência bancária, tomou conhecimento de que aquela conta foi aberta com documentos falsos e nos procurou. Convocamos as acusadas com o intuito de apenas prestar esclarecimentos, mas as duas apresentaram documentos falsos da Bahia e lavramos o auto de prisão por uso de documento falso e estelionato”, conta a delegada.

A delegada Mayra Moinho falou sobre o caso 

Ainda segundo Mayra Moinhos, os documentos falsos eram em nome de pessoas do Estado da Bahia. “Elas tinham acesso a alguém do Instituto de Identificação da Bahia, onde elas compravam cédulas originais, já com informações de quem elas iriam fazer a duplicação do RG. Daí elas abriam essas contas no nome dessas pessoas”, afirma.

“Todos os gastos delas aqui foram pagas com talões de cheques falsos. Em alguns bancos, elas abriam uma conta como microempresárias para conseguir o empréstimo de até R$ 30 mil. Também tiveram prejuízos o proprietário do veículo que elas alugaram e o dono de um imóvel que alugou a casa para elas ”, diz Mayra. 

Durante a lavratura do auto de prisão, constatou-se que outros mandados de prisão por roubo e estelionato já pesam contra Silvia no Estado da Bahia.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais