Natal é tempo de reflexão

0

Final de ano é época de renovação (Fotos: Portal Infonet)

Fazer dieta, adquirir um imóvel, casar, ter filho ou simplesmente iniciar um novo momento refletindo sobre erros e acertos do ano anterior. Esses e outros desejos se tornam mais visíveis com a aproximação do Natal e, consequentemente, com a chegada do ano novo. Sentimentos comuns nesta época do ano, já que, de acordo com a psicóloga Edelvaisse Ferreira, a sensibilidade das pessoas aumenta.

“O Natal celebra a renovação dos laços do homem com o seu Criador através do renascimento. Ou seja: é preciso voltar a ser criança, nascer de novo, para encontrar a raiz do sentido da própria vida. E isso é repetido até o convencimento, ano após ano, em todos os natais, tornando-se uma prerrogativa do período e um objetivo mundial dessa celebração”, lembra a presidente do Conselho Regional de Psicologia de Sergipe.

O analista de desenvolvimento de sistemas Cézar Ayran, define a importância do Natal na companhia dos amigos. “Natal é época de encontrar antigas amizades, rever familiares que durante

Psicóloga fala sobre a importância da renovação
o ano todo não deram um telefonema. O ano passa na correria, e Natal é época de parar e restaurar as forças para mais um ano. Natal é época de amor, época de encontros. Momento de rever tudo o que durante o ano passou-se despercebido”, ressalta.

Reflexão

O período também é importante para reflexões e ensinamentos. “Ao se falar do Natal, fala-se sempre também em reflexão, em ensinamentos para descobrir e renovar-se, corrigindo as falhas, projetando futuros promissores. Esse contato exige um retorno ao passado (ao menos aquele mais recente) e isso não acontece impunemente. Ao refletir, buscando especialmente a “correção das faltas”, a pessoa acaba por dilacerar a si mesma, tornando-se vulnerável às suas lembranças boas e ruins, aos seus projetos completos e inacabados, aos seus objetivos atingidos e àqueles nunca alcançados”, observa.

César Ayran e Moema Gonçalves reconhecem a mágia do natal
Desejos

Os desejos e anseios de um ano melhor podem ser acarretados por muita fragilidade. A psicóloga explica que apesar de o Natal ser uma época de renascer partindo do marco zero na vida, a realidade é construída com ações diárias. “Isso não acontece na realidade, pois a vida se constrói dia a dia e as situações do passado são pilares para a vida presente e futura do indivíduo, portanto, não podem desaparecer, sob pena de deitar por terra toda a construção da pessoa até aquele momento. É então que se percebe a fragilidade humana, a impossibilidade de se mudar o passado e a imprevisibilidade do futuro”, frisa.

O locutor Iggor Cleyver fala sobre a importância da família

O locutor Iggor Cleyver lembra os desejos para o próximo ano envolvem a família. “Desejo que em 2011 meu filho Kaio César venha trazer muito mais alegria e paz para minha vida, e que o bom Deus continue dando-me saúde para que eu continue na busca por meus objetivos”, diz.

A gerente de negócios Moema Gonçalves ressalta que importante é o respeito e amor ao próximo. “Tenho em mente o mandamento bíblico que diz que ‘Amem uns aos outros, assim como eu os amei’, isso é muito importante porque apesar do conforto e das comodidades, vivemos uma grande solidão. Esquecemos o mandamento do amor e vivemos a solidão do desamor”, destaca.

Por Kátia Susanna

Comentários