Negociações de bancários com Banese não avançam

0

Os servidores do Banese não conseguiram avançar nas negociações com a direção do banco durante a última reunião realizada terça-feira, dia 23. Durante a reunião, que durou cerca de três horas e terminou sem nenhum avanço, foi discutida a Minuta de Acordo Coletivo de Trabalho Complementar, específica dos baneseanos. Nenhuma das 30 cláusulas propostas pelo Sindicato dos Bancários foi atendida pelo banco, nem as reconhecidas como já praticadas.

“Na verdade a reunião foi feita para cumprir tabela, porque uma diretoria que vem negociar e sequer responde afirmativamente com o que já está acordado na Convenção Coletiva, vai ainda levar para a Diretoria decidir, é inaceitável. Agilidade era o mínimo que se esperava da empresa”, relata José Américo, diretor da Federação dos Bancários.

O presidente do Banco, João Andrade, não participou da reunião, sendo representado por Augusto dos Santos, diretor de Desenvolvimento Humano e Organizacional. “Nosso entendimento é que não vamos discutir o que já está na Convenção Coletiva. As cláusulas que já estão no acordo não vão entrar na negociação”, disse o diretor.

“Nós fomos até o fim para mostrar que estamos dispostos a dialogar exaustivamente. Agora, a nossa expectativa é que essa representação da diretoria do Banese nos responda o mais breve possível com algo concreto”, disse José Souza, presidente do Sindicato dos Bancários.

BNB

Os bancários do BNB decidiram na assembléia realizada na quinta-feira, 18, pelo Sindicato dos Bancários, rejeitar, mais uma vez, a proposta do Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Com isso, Sergipe se tornou o único Estado a rejeitar a proposta. “O Sindicato avaliou que não será possível realizar uma paralisação só em Sergipe, mesmo assim o sentimento dos funcionários foi de não aprovar a proposta”,  José Souza.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais