Nos cruzamentos, a busca do voto

0

Mostrando o fervor dessa campanha eleitoral, intensa e bem disputada, os cruzamentos mais importantes da cidade estão sendo invadidos por admiradores das coligações, que agitam bandeiras, gritam os nomes dos candidatos e tentam colocar adesivos nos carros, se os donos destes consentirem. Às vezes, eles atrapalham o fluxo dos carros, mas não deixa de ser bonito, uma lição de democracia, ver tanta gente trabalhando para um só candidato. Nos bairros, geralmente no final de tarde ou no início da noite, realizam-se arrastões, passeatas, carreatas que geralmente terminam em comício. Só uma coisa: nenhuma coligação está respeitando a lei do silêncio, segundo a qual, depois das 22 horas não pode haver barulho de espécie alguma. Raro é o comício que termina antes das 23 horas. Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais