Nota de Pesar do Sindijor

0

O Sindicato dos Jornalistas de Sergipe vem a público manifestar seu profundo pesar diante do falecimento do companheiro jornalista Célio Nunes. Fundador e por duas vezes presidente do Sindijor, diretor da Federação Nacional dos Jornalistas e presidente da Associação Sergipana de Imprensa, Célio tem uma história de compromisso com as letras (era escritor de mão cheia), com o bom jornalismo e com as difíceis lutas dos jornalistas desde os anos 50, quando começou sua carreira sendo editor do jornal semanal Folha Popular, em Sergipe.

Em sua época, à frente do Sindijor e na direção da Fenaj, Célio notabilizou-se pela luta aguerrida em prol dos jornalistas sergipanos e brasileiros, numa época de enfrentamento duro com a Ditadura Militar de então, que chegou a prendê-lo certa vez, no início do regime, em 64.

Célio Nunes deixa um exemplo de abnegação pelo jornalismo e pelas letras, como também pela luta sindical em favor da sua categoria, um exemplo para as novas gerações. O jornalismo sergipano está de luto!

Aracaju, 13 de agosto de 2009.

Sindicato dos Jornalistas do Estado de Sergipe

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais