Novembro termina com quatro mortes violentas por dia

0

Tiros, esfaqueamentos, espancamentos e asfixia gerou 110 mortes (Foto: Pixabay)

Sergipe registrou 121 mortes violentas no mês de novembro – uma média de quatro por dia. Desse total, 110 foram homicídios dolosos causados por tiros de arma de fogo, esfaqueamentos, espancamentos, asfixia ou esganadura; três por latrocínios [roubo seguido de morte] e oito por confrontos com a polícia, de acordo com levantamento baseado nos boletins do Instituto Médico Legal (IML) e a estatística fornecida pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

O aumento foi de 6,8% em comparação ao mesmo mês do ano passado, que teve 103 mortes, com estas características. Além da constante violência, a gravidade dos casos também vem chamando a atenção dos sergipanos.

Logo no início do mês, Kátia Cilene Correia Santos, de 30 anos, foi espancada e morta. O principal responsável pelo crime, que ocorreu no dia 2, feriado de Finados, é o companheiro da vítima.

Assassinato da adolescente de 13 anos foi um dos que mais chocou os sergipanos (Foto: reprodução/redes sociais)

Mulher ficou gravemente ferida e o companheiro veio à óbito (Foto: reprodução/redes sociais)

No dia 5, Michele de Jesus Santos, de 13 anos, foi encontrada morta em um colégio abandonado no conjunto Marcos Freire II. Dois suspeitos foram presos acusados pelo crime.

Uma semana depois, um homem foi morto e uma mulher ficou ferida em um bar da Praia de Aruana. O acusado é Moacir Horácio Pereira, 48, que confessou o crime passional com frieza.

No dia 17, o detento Sávio Vianey Bento da Silva foi esganado e morto dentro do Complexo Penintenciário Advogado Antônio Jacintho Filho (Compajaf) por outros presos. Ele era acusado de estuprar uma menina de nove anos em Pernambuco.

No dia 26, um caminhoneiro foi assassinado a tiros após bater o veículo em uma residência localizada em Itabaianinha. Dois suspeitos foram presos.

Nesta semana, outra adolescente, identificada como Maria Mikaely Santos Xavier, de 14 anos, foi assassinada com vários tiros dentro de casa. O crime ocorreu no Loteamento Rosa do Oeste, em São Cristóvão.

Centro/Mercado

Em Aracaju, o lugar que vem causando espanto pelos constantes registros de violência é o centro da cidade e as imediações do Mercado Central. No dia 24, um triplo homicídio ocorreu por volta das 18h, próximo à Rodoviária Nova. No total, seis pessoas foram assassinadas na área neste mês de novembro. 

por Jéssica França

Comentários