Nuvem Privada já é uma realidade nos ambientes de TI

0
Nuvem Privada já é uma realidade nos ambientes de TI das empresas (Foto: Waneska Cipriano)

Reduzir custos e gerar flexibilidade. Estes são alguns dos principais alvos dos gestores quando o mote é Nuvem Privada (Private Cloud). O assunto foi pauta de um café com negócios realizado nesta terça (27), no Hotel Del Canto. “A computação em nuvem é uma ótima opção para o empresariado, pois reduz custos e gera flexibilidade. A nuvem facilita, mas caso não seja feita da forma correta pode trazer problemas. Questões de segurança e disponibilidade são resolvidos com tranquilidade por empresas especializadas no assunto”, informa o presidente da Chip & Cia, Roger Barros, empresa sergipana Integradora de Soluções em Infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI).

Passar de um ambiente tradicional de TI para uma Nuvem Privada exige novas funcionalidades, habilidades e significativas alterações operacionais. O investimento tem bons resultados garantidos, principalmente por gerar maior segurança e proteção dos ativos de informação. Há ainda uma maior produtividade da equipe de TI e da empresa; menores custos de infraestrutura, energia e instalação; acesso a aplicativos e informações a partir de qualquer lugar do mundo, dentre outras vantagens.

Ainda segundo Barros, o encontro apresentou algumas das diversas vantagens da computação em nuvem, dentre elas: maior agilidade de negócios, aumento da eficiência e vantagem competitiva. “Sabemos, dada nossa experiência de 22 anos no mercado nacional enquanto empresa integradora de soluções, que a comunicação na área de TI é fundamental. Precisamos deste compartilhamento de informações entre os gestores da área. São novas ideias, propostas e inclusive ações em parceria”, destaca.

O evento contou com a participação de Diego Flaborea, arquiteto de soluções e engenheiro de sistemas da NetApp, uma das líderes globais em armazenamento e gerenciamento de dados. Flaborea foi convidado pela Chip & CIA para falar sobre o tema ´Soluções de Cloud com NetApp´. “Quando se fala de Cloud, fala-se em uso dos recursos de forma mais inteligente. Estamos neste processo de “irmos para nuvem” há muito tempo, desde quando se começou a falar sobre virtualização”, revela o engenheiro de sistemas.

Para Flaborea, não foi tão fácil como os técnicos de TI esperavam retirar a complexidade do ambiente físico (desktop físicos e servidores) e migrar para o ambiente virtualizado. “Tornar tudo mais simples, ganhar nos custos e fornecer maior flexibilidade ao usuário. As equipes de TI ficaram sobrecarregadas e percebemos, com o passar do tempo, que os servidores para suportar ambientes virtualizados não são tão baratos. Faltavam duas peças: automatização e uso dos serviços de forma inteligente. A cobrança por área, por uso, é um exemplo disso”, diz.

A NetApp, que tem sede em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, entrega suas soluções de mercado por meio de parceiros estratégicos, integradores de soluções. “Funciona assim no mundo inteiro: a gente jamais atravessa o parceiro e ele mantém o relacionamento. Não conseguiríamos atingir esta região, por exemplo, sem a parceria da Chip & CIA. Como diz nosso vice presidente, ´o parceiro é a nossa estratégia´. Buscamos empresas que têm na sua historia sinônimo de eficiência, bons serviços prestados”, pontua Flaborea.

Gestores de TI de diversas empresas públicas e privadas de Sergipe prestigiaram o evento, dentre eles Domingos Sávio, diretor de Inteligência Competitiva do Grupo Unit e representante da Associação dos Gestores de Tecnologia da Informação do Estado de Sergipe (CIO-SE). “Fui diretor de tecnologia da Unit durante 17 anos. A empresa sempre foi parceira dos nossos projetos e vem escrevendo seu nome junto à história da Universidade Tiradentes. Sobre o tema ´Nuvem Privada´, é atual, mas não é novo. As empresas talvez precisem dar um passo maior do que talvez estejam dando. A área de TI sempre vai funcionar como locomotiva para o desenvolvimento de nossa região, do nosso Estado”, pontua Sávio.

Durante o evento, além da exibição de um vídeo institucional da Chip & CIA, foram sorteados itens tecnológicos aos participantes. “Nosso objetivo é trazer novidades ao mercado. Vamos fornecer resultados efetivos às empresas, com segurança, oferecendo assim diversas opções aos nossos clientes. Acabamos de fechar parcerias com a NetApp e com a Dell, fornecedores de tecnologia importantes no mercado de TI. A meta é, vendo a necessidade do cliente, oferecer o melhor cenário, a melhor solução, para atender suas demandas”, afirma Roger Barros.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários