“O Maior Forró do Mundo”

0

Não é à toa que Sergipe conquistou o título de País do Forró. Tanto na estrutura quanto na musicalidade, o Estado tem muito a oferecer. Seja pé-de-serra ou eletrônico, Sergipe tem forró para todo gosto. O show intitulado “O Maior Forró do Mundo”, realizado pelas bandas Chá de Kapiaba, Calcinha Preta e Mastruz Com Leite, é uma prova desse sucesso, pois ainda hoje, mesmo após a época junina, é o recorde de bilheteria de Aracaju. O sucesso do Forró sergipano – que em sua maioria vem atuando no mercado com selo independente e com poucos incentivos – chamou a atenção do Brasil, destacando, por exemplo, as Bandas Calcinha Preta e Chá de Kapiaba como temas de matéria exibida pelo Jornal Hoje, da Rede Globo, sobre o chamado “Forró Estilizado”. Estima-se que este movimento musical gera cerca de 3 milhões de empregos diretos e indiretos, movimenta mais de R$ 5 bilhões por ano, contribui com cerca de R$ 1 bilhão em impostos anuais e é o gênero musical preferido de mais de 30 milhões de brasileiros. Recentemente, uma das seis fábricas replicadoras de CDs estabelecidas no Brasil, a CD+, localizada em Caucaia, região metropolitana de Fortaleza, no Ceará, criou um departamento específico para atender exclusivamente o gênero Forró, dado o número de títulos e quantidade de CDs replicados anualmente.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais