O PSDB decide ficar só

0

Afinal, o PSDB anunciou o seu destino nas eleições de outubro. Vai sozinho – talvez com alguns pequenos partidos que devem se juntar a ele – e libera seus aliados para votar em quem quiser para governador e para senador.

Mas, é claro que, ao tomar sua posição, o ex-governador Albano Franco sinalizou que seu apoio vai mesmo para o candidato da Oposição, Marcelo Déda. Ele próprio, Albano Franco, vai ser candidato a deputado federal, em chapa que tem ainda os nomes de Bosco Costa, Fabiano Oliveira e Laércio Oliveira. Os nomes para deputados estaduais ainda não foram anunciados, o que deve acontecer até a convenção do partido.

O PSDB precisará de algo em torno de 120 mil votos para eleger um deputado federal e 170 mil para eleger dois nomes. Não vai ser fácil, claro. Mas é cair em campo e ver o que vai dar. A decisão tucana foi anunciada ontem pela manhã e não chegou a surpreender. Já há dias se falava nesta solução para o impasse tucano.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais