O segredo é investir nas pessoas

0

<i>Sylvia Vergara é consultora da TV Globo e da Xerox Brasil, doutora em Educação e coordenadora de área da Pós-Graduação da Fundação Getúlio Vargas/RJ. A consultora esteve em Aracaju na última sexta-feira, dia 8, para ministrar a aula inaugural dos MBAs em Marketing e Gestão Empresarial da Fanese, sobre “Competência e Vantagem Competitiva”. Em entrevista exclusiva ao InfoNet Notícias, ela falou sobre a importância das empresas valorizarem seu potencial humano e investirem na aprendizagem contínua de seus funcionários.</i>

<b>INFONET NOTICIAS – Como as empresas podem adquirir uma maior vantagem competitiva?</b>

<b>SYLVIA VERGARA -</b> A economia está se tornando cada vez mais complexa, o conhecimento rapidamente torna-se obsoleto, a tecnologia está disponível a um grande contingente de organizações. Então, o que faz a diferença hoje para o sucesso das empresas? Pessoas. Elas são as únicas que têm capacidade de julgar, antecipar conseqüências, decidir, criar, trabalhar em equipe, estabelecer alianças estratégicas, lidar com as mudanças, gerar, buscar e usar informações, liderar e aprender continuamente. O segredo é investir nas pessoas.

<b>IA – Como isto pode ser feito?</b>

<b>SV – </b> Cada pessoa deve ser incentivada a buscar permanentemente o auto-conhecimento e o auto-desenvolvimento, qualificar-se para um mundo cada vez mais complexo,&#61478; adquirir múltiplas informações e habilidades e ser responsável por sua própria carreira. Além disso, cada organização deve &#61478;&#61472;atrair e manter pessoas competentes&#61478; e incentivar o aprendizado contínuo de seus funcionários.

<b> E isto vem sendo feito pelas empresas?</b>

<b>SV – </b> Não tanto quanto deveria. Uma pesquisa divulgada na Revista Exame de outubro de 2001, da consultoria Mckinsey – uma das mais respeitadas do mundo – informou que das 56 empresas analisadas, apenas 7% possuíam pessoas suficientemente preparadas para oportunidades e desafios do futuro. A pesquisa constatou, ainda, que empresas com estratégias de desenvolvimento de pessoas têm, em média, um retorno sobre investimentos 22% superior às demais.

Comentários