OAB decide pedir anulação de concurso

0

Na noite de ontem, 21, os 40 conselheiros da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB – de Sergipe, reuniram-se extraordinariamente e decidiram, por aclamação, entrar com pedido de anulação do concurso público realizado em 12 de outubro pelo Tribunal de Justiça de Sergipe. A decisão foi tomada a partir de denúncias apresentadas por candidatos à OAB-SE e à Polícia Federal.

 

Hoje, o presidente da OAB de Sergipe, Henri Clay Andrade, enviou novo ofício ao presidente do Tribunal de Justiça, Pascoal Nabuco D´Ávila, e aos demais desembargadores, solicitando que o TJ sergipano, por decisão própria, anule o concurso. A OAB-SE pede a que o concurso seja anulado pelo próprio Tribunal para preservar a imagem do Poder Judiciário sergipano.

 

Até o momento, o presidente do TJ-SE não se pronunciou quanto a dois ofícios enviando por Henri Clay. As denúncias apresentadas pelos candidatos dão conta do uso de aparelhos celulares durante as provas, provas sem lacre e pessoas que fizeram o teste sem que seus nomes constassem da relação de candidatos.

 

Os candidatos denunciam, ainda, que alguns dos que realizaram o primeiro concurso – que acabou anulado pelas irregularidades igualmente denunciadas após ação ajuizada pela OAB – efetuaram a inscrição pela Internet, receberam o cartão em casa, mas não tiveram acesso à prova porque seus respectivos nomes não constavam na relação dos candidatos no local das provas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais