OAB discute impasse entre TJ e servidores

0

Servidores continuam mobilizados
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, secção Sergipe, Henri Clay Andrade solicitou audiência ao presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, desembargador Roberto Porto. O encontro marcado para a manhã desta quarta-feira, 29, tem por finalidade discutir o impasse em torno das negociações salariais dos servidores do Poder Judiciário, que estão com os braços cruzados desde esta terça-feira, 28.

No encontro, a OAB/SE tentará encontrar uma alternativa viável para a solução do problema. Após ter sido procurado por representantes do movimento grevista na tarde desta terça, Henri Clay entende como “grave o impasse já que a prestação jurisdicional é essencial para a sociedade e fundamental para a advocacia”.

Ele disse ainda que a Ordem pretende intermediar entendimentos de forma a restabelecer o diálogo, abrindo perspectivas concretas de se chegar a um consenso quanto à pauta de reivindicações.

Henri Clay quer restabelecer o diálogo
Mobilização

Os servidores do Tribunal de Justiça continuam com as atividades paralisadas. Na tarde desta terça-feira, 28, o presidente do Sindiserj (sindicato da categoria), Hélcio Cavalcante recebeu a intimação da Justiça decretando a ilegalidade da greve e as sanções previstas.

A categoria está realizando um ato desde as primeiras horas da manhã desta quarta, na porta do Tribunal de Justiça, onde fará uma assembléia para decidir pela continuidade ou não do movimento. Os servidores reivindicam a implantação imediata de um Plano de Cargos e Salários.

Por Aldaci de Souza

Comentários