OAB/SE cobra agilidade na apuração de fuga de Floro

0

A OAB/SE está preocupada com os encaminhamentos dos procedimentos adotados pelo Poder Executivo para apurar a fuga de Floro Calheiros. O presidente em exercício da entidade, Valmir Macedo de Araújo, ratifica postura adotada pela entidade nos primeiros momentos da fuga e cobra agilidade na apuração dos fatos.

Na avaliação de Macedo, o Estado deve explicações à sociedade sobre a fuga, de forma a identificar, o mais rápido possível, os supostos agentes públicos que contribuíram de forma direta e indireta com o processo de fuga. Na opinião do presidente em exercício da OAB/SE, “não se trata de uma fuga banalizada pela precariedade do cotidiano prisional, mas de aparente caso de corrupção que envolve agentes públicos do Estado”.

A OAB/SE diz ter convicção que um ciclo de corrupção facilitou, pela segunda vez, a fuga de Calheiros. “A OAB/SE aguarda que os resultados das apurações sejam divulgados o mais breve possível e agilidade nas providências para recapturar o fugitivo”, enaltece o presidente em exercício da OAB/SE.

Retrospecto

Floro Calheiros estava internado no Hospital São Lucas e fugiu no dia 21 de dezembro do ano passado, exatos três dias depois que o detento chegou ao hospital para suposto tratamento de saúde.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais