OAB/SE pedirá afastamento de PM

0

O Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SE) se reuniu na noite de ontem, 29, para tratar das supostas agressões sofridas pelo advogado Fernando Bastos. Ele foi preso e algemado por policiais militares no exercício da profissão, o que é proibido por lei. Bastos disse ao Conselho que se sente ameaçado por um dos PMs envolvido no caso.

Por unanimidade, o Conselho Seccional decidiu cobrar do governador Marcelo Déda e do Comando Geral da PM providências enérgicas para punir todos os policiais que participaram da ação. A OAB/SE pedirá o afastamento temporário e imediato dos policiais envolvidos e também exigirá do governador uma postura enérgica para impedir que fatos desta natureza se repitam no Estado de Sergipe.

A Ordem também ingressará com representações no Ministério Público Estadual e na Corregedoria da Polícia Militar, solicitando empenho na apuração do episódio e pelo afastamento temporário dos policiais envolvidos naquela ação, que se caracterizou como flagrante abuso de autoridade.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais