Obra na Beira Mar: árvores de 35 anos podem ser cortadas

0
Amendoeiras existem no local há 35 anos (Fotos: Portal Infonet)

Os pescadores que trabalham nas imediações das obras de contenção na Avenida Beirar, bairro 13 de Julho, temem que duas árvores amendoeiras com 35 anos, sejam cortadas. No local, uma obra de drenagem deve seguir até as imediações do Iate Clube, onde estão as árvores.

Há 20 anos pescando na mesma região, Reginaldo dos Santos, de 41 anos, conta que a sombra das amendoeiras serve de abrigo para os pescadores, que se protegem do sol. “Elas estão aqui há muitos anos e vai fazer pena se cortarem. Aqui a gente se protege do sol enquanto nossa rede está no mar”, disse o pescador.

José Silva, conhecido como “seu Zeca”, também está preocupado com o que pode acontecer com as árvores. Ele conta que desde criança frequenta o local e que as amendoeiras sempre estiveram lá. “A gente se preocupa porque são árvores bonitas e saudáveis, na há porque cortá-las. Já procurei me informar e disseram que depende do projeto, mas nada ficou claro”, conta.

Projeto

Reginaldo dos Santos "Será uma pena se cortarem essas árvores"

Sobre as árvores, a assessoria de comunicação da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Ademar Queiroz, explica que está sendo implantada uma rede de drenagem que irá captar as águas pluviais da região. Ainda segundo a assessoria, não está prevista a retirada das árvores, mas se for necessário elas serão cortadas, pois não podem impedir a finalização da obra.

Obras

As obras foram iniciadas no dia 11 de novembro de 2013, passou por duas intervenções do Ministério Público no ano de 2013, por conta do avanço das águas do rio Sergipe sobre a mureta de proteção. A previsão de término da obra permanece no prazo de seis meses, e deverá ocorrer no dia 10 de maio deste ano. Segundo a assessoria, as obras de contenção já estão sendo finalizadas.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais