Obras de contenção na Atalaia Nova estão paradas

0
Obras estariam paradas na Atalaia Nova (Fotos: Portal Infonet)

Moradores da Barra dos Coqueiros denunciam que as obras de contenção que estão sendo feitas para conter o avanço das águas nas casas que ficam nas margens, estão paradas. As obras foram iniciadas na Atalaia Nova na avenida Beira Rio, onde seria feita uma outra avenida margeando as pedras. Contudo, segundo moradores, as pedras estão mal colocadas e as casas continuam ameaçadas.

De acordo com um morador, que preferiu não se identificar, por falta de um planejamento adequado, a obra foi paralisada, e devido diversas falhas, dentre elas a erosão das do asfalto, que foi parcialmente colocado, devido ao avanço das ondas sobre as pedras.

“As ondas que estão passando sobre as pedras e estão causando erosão no material colocado subiram o nível da avenida demasiadamente e quando a água passa entra em algumas casas. Na curva próximo ao bar Zé da Ilha breve carro não passará. Gostaria de ver a mesma ênfase que foi dado ao ocorrido na Praia 13 de Julho, são casos semelhantes, com apenas diferenças sociais, ambas são obras prioritárias, cartão postal de Sergipe”, desabafou.

Casa foi abandonada por morador após invasão das águas

Ainda segundo o morador, o Ministério Público da Barra dos Coqueiros já se pronunciou sobre a manutenção do Molhe de Atalaia Nova e solicitou a manutenção. “No entanto foi feito um paliativo de péssima qualidade”, diz.

Morador da Atalaia Nova, há mais de 20 anos, o pescador Cornélio Francisco conta que acompanha de perto o drama dos moradores da região e garantiu que o mar vai continuar avançando mesmo com as pedras. “Não adianta fazer essas obras aqui. Eu conheço muito bem este mar e quem manda é a natureza”, entende.

Segundo o Secretário de Obras Gilvânio Albuquerque, a prefeitura de Barra dos Coqueiros, não tem conhecimento daquelas obras na região. Ele informou ainda, que a iniciativa de contenção na avenida Beira Rio foi da gestão anterior.

Por Eliene Andrade

Cornélo "As obras estão paradas"

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais