Oficial da marinha é preso após esfaquear a mulher

0

O oficial está preso na Delegacia Plantonista (Fotos: Arquivo Portal Infonet)

Após esfaquear a esposa, o oficial reformado da marinha José Valmir Santos, de 60 anos, foi preso na casa de amigos na noite da última quinta-feira, 23. O crime foi registrado no conjunto Santa Clara no bairro Aeroporto, zona de expansão da capital, na tarde do mesmo dia. De acordo com informações de vizinhos gritos foram ouvidos e logo em seguida a vítima, que não teve o nome divulgado pela polícia, saiu correndo da residência sangrando.

Uma equipe do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) foi acionada e encaminhou a mulher para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) com cerca de quatro facadas pelo corpo que atingiram, segundo a polícia, a região abdominal e a coxa. Apesar dos ferimentos a informações é que a mulher não corre risco de vida.

Problemas psicológicos

O delegado conta que o oficial alegou não ter intenção de matar
O delegado da Delegacia Plantonista Augusto César Oliveira conta que durante a prisão a casa foi cercada por policiais e o oficial não teve como escapar. O delegado confirmou que após cometer o crime o oficial fugiu da casa e levou a filha de apenas quatro anos. Segundo Augusto César a menina foi deixada na casa de parentes.

Durante o depoimento Valmir disse ao delegado que é casado há nove anos e que o relacionamento é marcado por brigas, inclusive já teria prestado queixa na delegacia contra a mulher alegando que teria sofrido ameaça. O oficial disse ainda que apresenta problemas psicológicos e que durante a briga não lembra quantas facadas desferiu contra a mulher.

Segundo Valmir a mulher ameaçou queimar ele com uma chaleira e após várias agressões verbais o oficial pegou uma faca de serra e golpeou a esposa. Apesar da gravidade do crime, Valmir disse que não tinha intenção de matar a mulher e que a ama. 

Sobre a suposta queixa de ameaça contra a esposa, o delegado afirma que até o momento nenhum registro foi encontrado.

Por Kátia Susanna

Comentários