Óleo: Governo cadastra pescadores para tentar antecipar seguro-defeso

0
Pescadores em Aracaju estão desistindo de sair para o mar em função da substância oleosa (Foto: Arquivo/Portal Infonet)

Com o objetivo de assegurar o acesso ao seguro-defeso aos pescadores afetados pela substância oleosa que atinge a faixa litorânea de Sergipe, a Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) está fazendo um levantamento preliminar das áreas, colônias e pescadores atingidos economicamente. Esse levantamento será encaminhado para o Ministério da Agricultura, como forma de consubstanciar o pedido de antecipação do pagamento do seguro-defeso. O benefício é pago pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Os pescadores que se enquadram nos critérios de recebimento são cadastrados na base de dados do INSS.

A partir da próxima sexta-feira, 25, a Seagri inicia uma segunda etapa desse levantamento, e fará a operacionalização junto ao INSS, para a adoção de medidas que viabilizem a antecipação do benefício, caso o Governo Federal defira o pedido enviado pelo Estado de Sergipe. “Nós também estamos encaminhando ao Ministério da Agricultura um pedido de olhar especial e envio de alguma forma de auxílio às marisqueiras, que também são afetadas pelo desastre ambiental”, afirma o secretário de Estado da Agricultura, André Bomfim.

Com informações da Ascom/Seagri

Comentários