Óleo nas praias: conheça os cuidados para evitar contaminação

0
Frente Unificada alerta que contato com substância oleosa pode provocar intoxicação (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Frente Unificada, que vem atuando em Sergipe para combater a substância oleosa que continua aparecendo nas praias da região Nordeste, alerta para os cuidados que as pessoas devem adotar para evitar possível contaminação com o produto.

Conforme o alerta da Frente Unificada, os voluntários não devem descartar o óleo recolhido em lixo comum. Os resíduos devem ser direcionados para os Ecopontos da Petrobras, que estão fixados na praia de Atalaia, no final da Passarela do Caranguejo, e também na Rodovia dos Náufragos. Esses resíduos serão recolhidos pela Petrobras e encaminhados para armazenamento temporário no Polo de Gerenciamento de Resíduos Perigosos da estatal, localizado no município de Carmópolis.

A destinação final desses resíduos ainda é incerta. Há estudos em andamento para que a substância seja utilizada como matéria de combustão na produção de cimento, mas ainda não há definição. A equipe da Frente Unificada alerta que o contato com a substância oleosa pode ser danoso para a saúde humana. Conforme a Frente Unificada, o Conselho Federal de Química informou que o contato com a substância oleosa provoca dermatites e intoxicações.

Observando reações adversas a partir do contato com a substância, a população deve procurar atendimento médico. Para remover o óleo encontrado nas praias, os voluntários devem utilizar equipamentos de proteção individual, a exemplo de luvas impermeáveis (preferencialmente fabricada em PVC), calçados fechados, máscaras e protetor solar. O material coletado não deve ser reutilizado justamente pelos riscos que pode provocar.

É necessário ter cuidados extras na retirada do material, para que seja removido o mínimo possível de areia. As ferramentas mais pesadas são o último recurso usado quando o método mais simples não é capaz de remover o óleo, conforme alerta a Frente Unificada. Após a remoção, o material é guardado em big-bags, bolsas impermeáveis, apropriadas para esse tipo de resíduo e as bolsas deverão ser encaminhadas para os Ecopontos.

Em Sergipe, a Frente Unificada é composta por representantes da Marinha do Brasil, do Ibama, Adema, Defesa Civil Nacional e Estadual, ICMBio, Superintendência do Patrimônio da União (SPU), Fundação Mamíferos Aquáticos, Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Aracaju (Sema), da Universidade Federal de Sergipe e da Prefeitura Municipal da Barra dos Coqueiros.

Com informações da Frente Unificada

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais