ONG ajuda pessoas carentes a se qualificarem para o mercado de trabalho

0

Ajudar as pessoas carentes a se profissionalizarem: é esse o objetivo da organização não-governamental ‘Permita-se Crescer’. O único pré-requisito para participar dessa corrente, e ser mais um dos beneficiados, é ter vontade de fazer um curso e não ter condições financeiras para realizar esse desejo. “Estamos abrindo uma porta para essas pessoas se qualificarem, é uma motivação a mais para elas crescerem”, explica a presidente da ONG, a médica ginecologista Teresa Neuma de O. Carvalho.

 

O trabalho da entidade funciona da seguinte maneira: a pessoa que tem vontade, mas não tem condições de fazer um curso profissionalizante, se cadastra na ONG, dá o nome, dados pessoais, o curso, valor e local onde quer cursar, a partir daí a organização disponibiliza uma lista dos interessados com os respectivos cursos e quem tiver interesse em adotá-lo é só entrar em contato com a “Permita-se Crescer”. Até agora já existem cerca de 200 inscritos, a maioria esperando um padrinho ou madrinha que

Tereza Neuma, presidente da ong “Permita-se Crescer”
adote seu desejo.

 

Caso o voluntário não queira se identificar, a ONG se encarrega de intermediar o contato. A presidente da instituição relata casos em que os padrinhos pedem para não se identificar, mas acompanham a evolução do afilhado e fazem questão de comparecer à formatura.

 

Por enquanto, a instituição trabalha apenas com pessoas físicas, que ao ajudar quem precisa, recebem descontos no imposto de renda. No entanto, a entidade já está viabilizando projetos para pedir apoio a políticos e empresas para dar oportunidade para mais pessoas. “Muitos que estão cadastrados ficam na expectativa, naquela angústia, eles sempre ligam

para saber se já conseguimos um padrinho. Queremos que as pessoas realmente se sensibilizem e realmente se interessem em adotar um deles”, ressalta Teresa.

 

Proposta inovadora

 

“A idéia veio para mudar o marasmo das pessoas que, por não terem condições, se estagnam e não têm qualificação para mudar de emprego. Muitas vezes, têm até vontade, mas não sobra dinheiro. Acho que é um objetivo fantástico”, explica.

 

A idéia é um tanto pioneira e surgiu a partir do próprio exemplo de vida da médica. “Eu morava numa casa de pessoas abastadas, onde minha mãe era secretária. Eu graças, a Deus, quis estudar e tive chance porque elas me ajudaram, e são hoje as madrinhas da ONG”, conta. 

A partir desse exemplo, Tereza começou a ajudar algumas pessoas a crescerem na vida profissional. A vontade de ajudar era muito grande e foi ficando oneroso para ela arcar com todos os cursos. Foi então que resolveu fundar a ONG e o site, que funcionam desde outubro de 2006.

 

“A mensagem da ONG é essa, permitir o ser humano a sair dessa condição de só sobreviver. É tão ruim a gente viver sem sonhos”, ressalta.

 

A sede da “Permita-se Crescer” fica localizada no Calçadão da Laranjeiras, número 151, edifício Mayara, sala 410. Para se inscrever e compor a lista de pessoas a espera de um padrinho ou madrinha basta ligar para (0xx79) 3042-2297 ou 8821-5509. Os interessados em realizar o sonho de um dos inscritos devem ligar para o mesmo número.

Por Carla Sousa

Comentários