Operação da PF prende homem por pornografia

0

(Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Polícia Federal deflagrou, nesta madrugada,7, a Operação Infância Segura para combater o crime de difusão de imagens com conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes pela internet.

A Polícia Federal em Sergipe cumpriu mandado de busca e apreensão expedida pela 2ª Vara Federal, que culminou em prisão em flagrante de um homem, 24 anos, natural de Sergipe. Com ele foi apreendido um notebook o qual tinha armazenado fotografias contendo cenas pornográficas envolvendo crianças e adolescentes. Este homem foi indiciado pelo crime previsto no artigo 241-B do ECA, com pena de até 5 anos e multa. O mesmo vai ser encaminhado a Delegacia Plantonista de Aracaju.

Foram expedidos 26 mandados de busca e apreensão para 16 cidades, em nove estados. Em São Paulo, foram cumpridos mandados na Capital e nas cidades, Cafelândia, Taubaté e Bauru. No Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, Caxias do Sul e Rio Grande. No Paraná, em Cascavel e Foz do Iguaçu. No Rio de Janeiro, em Nova Iguaçu e Campos dos Goytacazes e em Santa Catarina na Cidade de Bobinhas. Além dessas cidades, houve cumprimento de mandados em Brasíia/DF, Belém/PA, Aracaju/SE e Belo Horizonte/MG.

Quatorze pessoas foram presas em flagrante e dois menores foram apreendidos, por possuírem em suas residências imagens de pornografia envolvendo menores, nas cidades de Barueri, Ferraz de Vasconcelos, Taboão da Serra, Cafelândia e na Capital em São Paulo, Nossa Senhora do Socorro em Sergipe, Porto Alegre e Rio Grande no Rio Grande do Sul, Bombinhas em Santa Catarina, Cascavel no Paraná, Brasília no DF, em Belém no Pará e Belo Horizonte em Minas Gerais. A mera posse de material pornográfico é crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. Foram apreendidos HD’s e mídias com material armazenado.

A Operação Infância Segura, realizada pelo Grupo Especial de Combate aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil pela Internet, é um desdobramento da Operação Dirty Net, deflagrada no ano passado no Rio Grande do Sul, na qual foram presas 32 pessoas.

Fonte: Ascom PF

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais