Operação do Denarc resulta na prisão de dois peruanos

0
A operação foi intitulada "Nuevo Sol" (Fotos: SSP/SE)

Uma dupla operação deflagrada na tarde dessa quinta-feira, 01 de junho, pelo Departamento de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil, resultou na prisão de quatro pessoas e na apreensão de drogas e materiais utilizados para a comercialização. A ação visou o combate ao tráfico de entorpecentes no Estado.

A primeira operação, intitulada “Nuevo Sol”, resultou na prisão de dois homens do Peru e um do estado do Acre, responsáveis por adquirir e distribuir as drogas, vindas da região norte do país, aos traficantes de Aracaju. São eles: Robert Augusto Bedon Rosales, 28 anos e Christian Junior Bustamante Verde, 29 anos, ambos do Peru, além de Jemmy Webb Fernandes da Rocha, 48 anos, do Acre.

Segundo o diretor do Denarc, delegado Osvaldo Resende, a prisão ocorreu através de informações via Disque-Denúncia, acerca do tráfico de drogas promovido na capital sergipana dois peruanos. “Das diligências, apurou-se que o Jemmy adquiria carregamentos de narcóticos no norte do país para serem distribuídos a traficantes aracajuanos. Já na capital, a droga era armazenada em uma casa no bairro Farolândia, que ficava sob o poder dos dois peruanos, os quais ficavam incumbidos de repassar a droga à medida que iria sendo negociada”, explicou Osvaldo Resende.

O trio foi autuado por tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo Robert também foi autuado por uso de documento falso, tendo em vista que portava uma CNH falsa.

Na operação, foram apreendidos cerca de 1/2kg de cocaína, seis celulares, balança de precisão, caderno com anotações e dois veículos utilizados nas entregas de drogas.

Na operação, foram apreendidos cerca de 1/2kg de cocaína

Ainda segundo Osvaldo Resende, foi constatado que a droga chegava do Acre em Aracaju pelos Correios, escondidas em isopores contendo açaí. “Inclusive, Jemmy responde a mais de cinco processos criminais no estado natal e tinha mandado de prisão em aberto por lá, cumprido no dia de ontem”, ressaltou o diretor do Denarc.

As investigações prosseguem no sentido de identificar os traficantes sergipanos envolvidos com o grupo criminoso.

Fonte: SSP/SE

Comentários