Operação Midas prende 20 pessoas acusadas de roubos em Sergipe

0
SSP divulgou parcialmente presos na operação (Foto: SSP/SE)

Vinte pessoas já foram presas em Sergipe no decorrer da Operação Midas, que ocorre desde a manhã de quarta-feira, 26, em todos os estados e no Distrito Federal. As diligências são coordenadas pelo Ministério da Segurança Pública e pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis e têm como principais alvos acusados de roubos e latrocínios e que estavam com mandado de prisão em aberto. Em Sergipe, 98 policiais civis participam da operação e as prisões ocorreram, até o momento, em Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Itabaiana, Carira, Ribeirópolis e outros municípios circunvizinhos.

Cerca de 100 policiais atua na operação

O primeiro balanço da operação foi apresentado no final da manhã desta quinta-feira, 27, pela delegada geral da Polícia Civil de Sergipe, Katarina Feitoza, e delegados Jonatas Evangelista e Viviane Pessoa, que estão na coordenação do trabalho no estado. A prioridade da operação era prender acusados de assaltos a bancos e explosões a caixas eletrônicos, mas, segundo Katarina, o direcionamento em Sergipe foi outro. “No nosso estado nós não tínhamos mandado de prisão em aberto com relação a esse tipo de crime, porque todos já foram elucidados ou cumpridos. Portanto nós focamos em prender os responsáveis por outros tipos de roubos”, afirmou.

Segundo a delegada geral, dos 30 mandados de prisão da operação, 20 já foram cumpridos – 15 por roubo e o restante por outros crimes. Não há prisões de acusados de latrocínio, porque conforme a delegada, todos os crimes desse tipo também já estão elucidados e com os responsáveis presos.

A Operação Midas segue até o final da tarde desta quinta-feira e mais pessoa podem ser presas. De acordo com o delegado Jonatas Evangelista, coordenador das delegacias do interior sergipano, no início da semana duas pessoas acusadas de roubos morreram em confronto com a polícia em Ribeirópolis. “Nós relacionamos esse caso a Operação Midas. Os dois resistiram a ordem de prisão e confrontaram a polícia e acabaram vindo a óbito”, disse. Os demais presos não ofereceram resistência a voz de prisão, de acordo com o delegado. A Operação Midas já é responsável pela prisão de cerca de 1.500 pessoas em todo país.

Confira imagens da Operação Midas:

 

Por Ícaro Novaes

Comentários