Organizadora do grupo Peneirou Xerém será indiciada por falsa comunicação de crime

0

Jefferson Alvarenga, delegado da 4º Delegacia Metropolitana (Foto: Arquivo Infonet)
Na manhã desta segunda-feira, 20, o delegado responsável pela 4ª Delegacia Metropolitana, Jefferson Alvarenga, confirmou que concluiu o inquérito a respeito de uma denúncia de utilização ilegal envolvendo o nome do grupo cultural “Peneirou Xerém”. O caso foi mostrado pelo Portal Infonet em maio do ano passado.

Na época do fato, a fundadora do Peneirou Xerém, Josefa Oliveira Santos, disse que o nome do grupo foi utilizado de forma indevida como forma de angariar apoio para a realização de um show musical.

De acordo com o delegado, com o resultado do exame grafotécnico em um documento repassado à Fundação Augusto Franco, foi possível encerrar o inquérito. “A principio não houve a falsidade ideológica”, afirma.

Jefferson também esclareceu que a assinatura corresponde ao da organizadora do Grupo Peneirou Xerém, Josefa Oliveira Santos. “O inquérito já foi encaminhado a Justiça e a dona Josefa será indiciada por falsa comunicação de crime”, diz o delegado.

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com uma membro do grupo, que ficou surpresa com o indiciamento. A informação é que a fundadora do grupo não foi comunicada sobre o encerramento do inquérito e que prontamente negou que a assinatura seja legal.

O Portal Infonet tentou ainda conversar com a dona Josefa nesta segunda-feira, 20, mas a informação é que a mesma irá se pronunciar sobre o assunto somente na terça-feira, 21, com a presença da advogada.

A equipe do Portal Infonet estará à disposição para quaisquer pronunciamentos tanto do Grupo Peneirou Xerém quanto da organizadora do show musical.

Por Kátia Susanna 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais