Paciente assassinado em hospital era ex-presidiário

0
Gladeston Wanderson de Jesus Santos, 20, tinha passagens por porte de arma de fogo e roubo (Foto cedida pela SSP)

O paciente assassinado na madrugada de terça-feira, 4, no Hospital Regional de Itabaiana era ex-presidiário. Gladston Wanderson de Jesus Santos, de 20 anos, conhecido como  "Thuru", teve a última liberdade concedida no dia 25 de maio deste ano e, de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), tinha passagens por porte ilegal de arma e roubo.

"Thuru" deu entrada na unidade hospitalar após receber três tiros no dia 29 de junho. Já o acompanhante Franklin Teixeira de Jesus, 21, que também foi morto no local, não tinha nenhum registro na polícia.  

O crime está sendo investigado pelo delegado Fábio Santana, responsável pelo município. No momento, a equipe da Polícia Civil está solicitando as câmeras de segurança das casas e estabelecimentos comerciais próximos ao hospital para tentar identifcar responsáveis pelo crime.

Segundo a SSP, há certa dificuldade para conseguir as câmeras porque a população teme represálias. Mesmo assim, a Secretaria pede que quem tiver qualquer informação sobre o crime colabore com as investigações por meio do Disque Denúncia 181. As ligações são mantidas sob sigilo.

Por Jéssica França

Comentários