Pagamentos da Emsetur

0

Se depender do governador João Alves Filho, o futuro da Empresa Sergipana de Turismo já está decidido: será extinta. O projeto, embora com algumas incongruências, já está na Assembléia e deverá ser apreciado ainda esta semana, depois de passar pela comissão de Constituição e Justiça.

 

Os que têm dinheiro a receber na Empresa estão apreensivos: quem vai assumir a dívida? Qual órgão será responsável pelo pagamento? Pelo que se sabe, a Secretaria da Fazenda vai se encarregar de saldar os débitos da Emsetur, desde que os processos estejam devidamente padronizados.

 

Portanto, é bom procurar a Emsetur e observar se o processo de pagamento está conforme o figurino. Uma vez encerradas as atividades da Emsetur, nada será possível fazer. Não se sabe ao certo quanto a Emsetur deve. Há quem fale em R$ 3 milhões.

 

Sanfoneiros vão receber – Não é a maior dívida da Emsetur, mas os créditos dos sanfoneiros, que tocaram nos festejos juninos deste ano (do ano passado, há ainda algumas dívidas pendentes) – objeto da “saia justa” porque passou o presidente do Órgão, Ari Leite, a semana passada – deverá ser equacionada esta semana.

 

O secretário de Assuntos Políticos, José Alves Neto, entrou no circuito para viabilizar o pagamento. Muitas destas “tocadas” teriam sido autorizada pelo próprio José Alves, quando ainda estava na Secretaria de Combate à Pobreza. Algumas delas – senão todas – não foram comunicadas à Presidência da Emsetur, daí porque não há processo formatado.

 

Ivan Valença

Comentários