Para empresa, desabamento de marquise foi uma fatalidade

0

Uma mulher morreu e duas crianças ficaram feridas no acidente (Foto: Portal Infonet)
A assessoria jurídica das Lojas Esplanada classificou como uma fatalidade e uma coincidência o acidente ocorrido na manhã desta segunda-feira, 26. Uma mulher morreu e duas crianças ficaram feridas com o desabamento da marquise enquanto passavam pela frente da loja, no início da manhã.

O advogado da empresa, Gustavo Ribeiro, explicou que a obra realizada no prédio ao lado da loja serviria para ampliação do espaço. A fachada, segundo ele, não fazia parte dos serviços, que eram realizados na parte interna do edifício, tanto que não houve qualquer intervenção na parte externa do prédio.

“Estamos surpresos com o ocorrido. Vamos estudar todas as hipóteses, pois não sabemos o que aconteceu. Já acionamos o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil para elaborar um laudo que aponte as causas”, explica. Ele afirmou que a empresa está prestando assistência à família das vítimas. O advogado e um engenheiro da empresa virão a Aracaju ainda nesta segunda para acompanhar a situação de perto.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais