Parceria entre PF de vários Estados na prisão do ex-prefeito

0

O delegado da Polícia Federal do Ceará, José Martins Lara, que esteve presente na prisão do ex-prefeito, explicou que o trabalho inicial de busca foi feito em conjunto com a Polícia Civil. Segundo o delegado Lara, apesar desse esforço, só depois de quase três meses de operação é que a PF conseguiu chegar ao paradeiro do ex-prefeito Genivaldo Galindo no Maranhão. “Preparamos a operação. Tivemos no local para efetuar a prisão, mas por questões adversas, ele conseguiu fugir. Mas, na residência dele, foram apreendidos vários documentos e coube à Polícia Federal analisar esses documentos e acompanhar, a partir deles, os passos do ex-prefeito. Assim, demos continuidade à investigação, acompanhando alguns Estados por onde ele estaria passando, que seria o Piauí, Pará, Tocantins, Maranhão e aí, até chegarmos a ele, onde efetuamos a prisão. Identificamos o local, na região metropolitana de Fortaleza, e nos certificamos de que ele estava residindo naquele condomínio há aproximadamente 15 dias”, diz o delegado José Martins Lara. Saiba mais sobre a prisão de Galindo Por Neila Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais